Colaboradores

Múltiplas(os) sócias(os) e amigas(os) colaboram com a SPN e contribuem para o funcionamento da Instituição. Em baixo, encontram-se alguns desses colaboradores, os que disponibilizam Atividades e Terapias Naturais permanentemente ou com regularidade.

Ana Garcez


Saúde integral

André António

Biografia

Comecei a minha formação em Massagens e Shiatsu em 2004, há cerca de 10 anos, complementando esta formação com um Curso de Instrutores de Chi Kung, iniciado em 2006 e concluído em 2009, tendo reunido uma ampla experiência profissional em ambas as áreas. Para além disso sou formado em Antropologia, com investigação realizada a respeito dos temas do Envelhecimento e da Medicina Tradicional Chinesa.

A minha formação profissional foi iniciada pelo Shiatsu e Massagem Ayurveda em Granada (Espanha), continuada em instituições de referência no ensino em Lisboa, como o Sindicato Nacional de Massagistas de Recuperação e Cinesioterapeutas (SIMAC), a Escola Superior de Medicina Tradicional Chinesa, a Escola Japonesa de Siatsu (reconhecida pelo Japan Shiatsu College) e foi complementada por estágio clínico e posterior experiência profissional em clínicas de Fisioterapia e na Sociedade Portuguesa de Naturalogia (Instituição de Utilidade Pública).

Desde 2006 que trabalho profissionalmente com Massagem, em clínicas de Fisioterapia ou ao domicílio, e desde 2008 que ensino Chi Kung com grupos regulares. Esta experiência profissional ampla permitiu-me contactar com pessoas de todas as idades e com motivações diversas, desde a procura do relaxamento e bem-estar até à procura de um alívio para diferentes tipos de patologias.

Se o “chi”, a nossa energia vital, refere-se tanto ao nosso corpo como à nossa mente e emoções, o Chi Kung Terapêutico, a Massagem Terapêutica Holística e o Shiatsu são uma paixão diária que diz respeito, sobretudo, ao autoconhecimento e ao crescimento pessoal, o meu e o das pessoas que me procuram. Pois, é a partir da qualidade da relação comigo mesmo, mas também, da relação que estabeleço com os outros que se fortalece a saúde e a alegria de viver, em harmonia com o todo, entre o céu e a terra.


António Cardoso


Primeiro vogal da Direçao da SPN
Conferências e Seminários
Magnetismo natural
Mentalismo
Passeios culturais
Realismo Fantástico

Carlos Ventura


Presidente do Conselho Técnico da SPN
Presidente da Direção da SPN (-2014)
Naturopatia

Cláudia Both


Terapia de Bowen

Dora Puim

Alinhamento e tratamento da coluna vertebral
Acupunctura Coreana
Moxabustão

Naturopata – Fitoterapeuta – Acupunctora (sist. Coreano)
Pós-graduada em Naturopatia pelo ISEIT – Inst. Piaget - 2015
Pós-graduada em Fitoterapia pelo ISEIT – Inst. Piaget -2014
Formada pelo Instituto Hipocrates Ens. e Ciência em Fitoterapia Naturopática - 2013
Formada em Acupunctura Coreana (Sujok) pelo Instituto Hipocrates Ens. e Ciência- 2013
Formada em Zen Shiatsu, Reflexologia e massagem facial por José António Ribeiro, membro da Escola Tao e inscrito na APH. - 2010


Elizabeth Almeida


Taças Tibetanas

História pessoal

Como sempre acontece há momentos na nossa vida em que tudo se altera, questionamos e analisamos o nosso percurso. Estas alturas são cruciais, caímos no fundo e elevamo-nos com nova energia. Faz parte do processo cíclico. Lutamos pela estabilidade, mas o equilíbrio é feito por balanço de energias opostas, entre o nosso interior e a vida exterior. Após um período conturbado, surgiu na minha vida o Reiki (sistema tradicional Usui), o Tai Chi Chuan e o Chi Kung num mês de Janeiro em 1999. Foi como uma revolução no meu percurso e nos meses seguintes surgiram novas amizades, novas leituras, a comida natural e vegetariana, o gozo do contacto com a natureza, o escutar do corpo. Abracei de imediato e com entusiasmo estes novos conhecimentos. Pela primeira vez olho para mim internamente, tomo consciência da minha maneira de estar e de como sou, da minha postura corporal e mental, aceito-me e deixo fluir o dia-a-dia. Experimento vários estilos no Tai Chi, pratico Yoga, Chi Kung e Kungfu, experimento massagem chinesa e meditação. Encontro uma linha de Tai Chi e de Chi Kung que me satisfaz e frequento os cursos de monitores de Yang Tai Chi Chuan Tradicional e Luohan Chikung em 2003/2004 e 2005/2006. Surge a oportunidade de começar a leccionar aulas regulares de Tai Chi e Chi Kung em 2003. O que começou como um hobby acaba por se tornar uma paixão e um caminho para a minha vida. Mantenho-me em formações contínuas com os guardiões do estilo, faço progressos dentro de cada escola, tendo sido aprovada como instrutora internacional pela World Yongnian Taichi Federation e Lohan Qigong Wing Sing Tong Instructor. Obtenho a Cédula de treinadora de Desporto nas modalidades de Tai Chi e Qi Gong emitida pelo Instituto Português do Desporto e Juventude IPDJ. Em 2007 tiro o primeiro grau da massagem de som com taças tibetanas - Klangmassage pelo Peter Hess Institut®. Habituada a trabalhar a energia de outra forma, apercebo-me do imenso potencial que esta massagem tem ao nível celular no corpo. Da prática de Yoga só posteriormente integro no ensino com crianças através do projecto curricular Movimento Respiração e Atenção Plena - Happy Minds. Faço formação de Funyoga e frequência de Chikung Infantil. Procuro essencialmente o equilíbrio; Procuro o equilíbrio entre o interno e o externo; Entre o natural e o superficial; Entre o dever e a lazer; Entre o emocional e o racional; Entre o Yin e o Yang; Entre o um e o mil; Procuro manter o equilíbrio, que é posto à prova diariamente, pois não nos podemos isolar do mundo que nos rodeia. Desejo que todos encontrem a sua harmonia interior. Bem-haja.

Fernando Moura


Aulas holísticas
Acunpuntura Coreana

Francisco Palma

Terceiro vogal da Direçao da SPN
Yoga
Passeios Pedestres

"Sou sócio da SPN desde 1965, altura em que abracei a alimentação vegetariana, desse modo resolvendo um problema artrítico, que tornava a minha vida insuportável. Durante este meio século passei por diversos cargos na direção da Instituição, onde ministro aulas de Yoga desde os anos de 1970. Agora vou a caminho dos 85 anos e tenho saúde." por Francisco Duarte da Palma

Helder Pereira


Medicina Tradicional Chinesa

Isabel M. Soledade Neves


Terapia Reiki e Karuna

João Palma

Tesoureiro da SPN
Informática
Passeios Pedestres

Auto-Biografia – na SPN

Desde muito cedo, com menos de 6 anos de idade, a principal atividade que conheci na Spn, foram os Passeios Pedestres. De vez em quando, nos fins de semana, lá íamos nós – eu e a minha família –, para o ponto de encontro de mais uma caminhada da Spn. Se o hábito faz o monge, eventualmente será esse o motivo que me tem levado ao longo dos meus 54 anos, a não deixar de participar nestes saudáveis passeios, que tão benéficos são para a saúde do ser humano, quer a nível físico, mental, espiritual ou emocional. Conheci a Spn sem me aperceber, pois é a minha mãe que o diz: estava ainda na idade pré-escolar (5 anos de idade), quando conheci a Spn. Mas a Spn não são só as caminhadas, que atualmente se organizam uma vez por mês. Também a alimentação vegetariana sem sacrifício animal, constitui o principal objetivo da Spn. Não...não é fanatismo! Muito pelo contrário, trata-se de dar ao corpo o que ele necessita, praticando uma alimentação equilibrada, rica em vitaminas, sais minerais, proteínas de origem vegetal, cereais, fruta, adoçantes vegetais, como a Geleia de Arroz, o Açúcar de Coco ou Malte de Cevada, sendo imperativo nos dias de hoje, o consumo de alimentos de origem biológica, que não contenham produtos químicos na sua composição, ou se ainda o tiverem, que o seja em quantidades não prejudiciais ao nosso organismo. As consequências são óbvias, em pouco tempo. Um corpo saudável não necessita de recorrer a consultas médicas e muito menos aos medicamentos. Qualidade de vida e ter saúde são o nosso maior objetivo e, fisicamente, o mais precioso na nossa vida! E foi assim que desde os 6 anos de idade, por motivos de algumas complicações a nível nutricional, tornando-me vegetariano, esses problemas inverteram-se. E como foi isso? Foi muito simples: deixei de comer carne e peixe, o corpo recuperou naturalmente para uma posição saudável e ao fim de algum tempo de dieta vegetariana, passei a poder voltar a comer carne ou peixe sem mais problemas de digestão, ou outros. Foi neste momento que o gosto pelo vegetarianismo se impôs, por já não fazer sentido a ingestão de carne ou peixe. Eu e os meus pais tomámos a decisão de nos tornar vegetarianos. Nos anos 70 a Spn assistiu à introdução da Macrobiótica em Portugal, tendo então, travado conhecimento com a Unimave. Apesar de continuarmos a seguir o regime lacto ovo vegetariano, o arroz integral passou a ser o nosso alimento principal, até aos dias de hoje. Recentemente, abolimos também da nossa alimentação o consumo de laticínios, ovos, pão e o açúcar industrial. O café nunca chegou a fazer parte da nossa alimentação. Em vez disso, introduzimos as sementes de linhaça, de chia, de sésamo e de girassol, as pevides de abóbora, castanha de caju e outras oleaginosas, as galetes de arroz, o patê de tofu com algas, o seitan e tofu, os feijões (principalmente o azuki e o feijão frade), o grão de bico, o batido de frutas ao pequeno almoço e, claro, o consumo de alimentos biológicos. Em 1999 fiz-me sócio da Spn e no ano 2000 entrei para os Orgãos Sociais, tendo ocupado desde logo o complicado cargo de tesoureiro, o qual ainda ocupo desde essa data. Passei por muitas fases, mas as mais marcantes foram o apoio informático que dei à empregada da Secretaria na altura, a D. Ana da Conceição Ferreira. Ela digitava na máquina de escrever, os endereços postais nas cartas destinadas aos sócios da Spn. Outro ponto marcante para mim, foi a sua saída da SPN, por ter finalmente abdicado do trabalho que protagonizou na SPN durante cerca de trinta anos, por motivos de reforma. Nesta altura, estávamos em Setembro de 2006. Fiquei assim, responsável pelo dinheiro dos cofres da SPN. No entanto em 2004, visto o meu apoio informático ter dado bons resultados, quer na Secretaria, quer na elaboração do Boletim “Vida Sã”, tarefa que levei a bom porto, durante algum tempo, junto com a Secretária da Direção – Margarida Azevedo, tomei a decisão de me dedicar a iniciar um Curso de Informática na Spn, atividade que atualmente, mantenho. Entretanto, comecei a trabalhar como Secretário Administrativo, tendo aprofundado os meus conhecimentos de informática. Gradualmente fui ganhando experiência no domínio do Windows e do Ms-Dos, nas aplicações do Office, tendo mais tarde adquirido conhecimentos e esperiência na montagem e desmontagem de computadores, reparações e instalações de Sistemas Operativos e de Redes Domésticas. De vez em quando pedem-me para reparar e recuperar computadores. Recentemente, recuperei um computador portátil de um amigo meu.

Margarida Drumond Ribeiro


Secretária da Direçao da SPN
Astrologia
Expediente diário da SPN
Venda de produtos

Maria de Jesus Carreira


Acunpuntura
Osteopatia
(dor ciática)

Odete Cabaço


Aulas Holísticas
Acunpuntura Coreana

Maria Noruete Palma


Bibliotecária da SPN
Pintura acrílica em tela

Marta Caires


Membro do Conselho Técnico da SPN
Palestra e Meditação

"Vivo actualmente em Lisboa no meu corpo físico denso. E nesta cidade como em muitos outros lugares etéricamente consciente nos meus corpos subtis. Mas meu lugar permanente, mais consciente é no plano do eterno presente; sem forma, num único chackra de energia, tomando forma sempre que queira ou seja preciso. Embora, tenha vários corpos e “desdobramentos” em vários planos ou dimensões. Sou evolução: Pesquisadora, Instrutora e Curadora Cósmica. Frequento o Quiron desde 1998. Sou terapeuta no Quiron desde 2002, assim como em Entre-Campos (Lisboa) e dou aulas e palestras na S.P.N. Todo o meu serviço é gratuito.

Miguel Boieiro

Vice Presidente da Direçao da SPN
Esperanto
Fitoterapia

Biografia

Miguel Boieiro nasceu em Alcochete no dia 29/05/1947. É formado em Contabilidade e Administração. Para além da sua atividade profissional, tem laborado em múltiplos setores, em especial no das autarquias locais, onde tem desempenhado vários cargos de responsabilidade, de que destacamos os seguintes: Presidente da Assembleia Municipal do Seixal; Presidente da Câmara Municipal de Alcochete, durante 19 anos; Presidente da Associação dos Municípios do Distrito de Setúbal; Presidente do Conselho Fiscal da Associação Nacional de Municípios Portugueses; Membro da Junta Metropolitana de Lisboa; Presidente da Rede Internacional “Esturiales”; Presidente da Assembleia Municipal de Alcochete durante cerca de 10 anos; Atualmente é Vice-presidente da Direcção da Sociedade Portuguesa de Naturalogia, Presidente do Conselho Fiscal da Casa do Povo de Alcochete e Presidente do Conselho Fiscal da Associação Nacional de Fitoterapêutas; Dá aulas de Fitoterapia e Esperanto na Universidade Intergeracional de Benfica, na Universidade Sénior dos Coruchéus e na Escola Comunitária de Alcochete (Amikeca Grupo); É membro da Sociedade da Língua Portuguesa, da Associação Portuguesa de Esperanto, da Associação Universal de Esperanto, da UNICEPE – Cooperativa Livreira de Estudantes do Porto, da International Friendship League, da Liga dos Amigos do Jardim Botânico da Faculdade de Ciências de Lisboa, entre outras Associações e Coletividades; Prestou consultadoria em agricultura biológica à Sociedade Agrícola Herdade do Alto do Pina, S.A. (Libertas Natura); Cursou a disciplina de Fitoterapia (Curso de Botânica Aplicada à Naturopatia) do Instituto Hipócrates; Foi distinguido com o diploma de Embaixador da Paz pela World Peace Federation, com o Prémio Ambiente pela Associação “Amigos da Terra” e com a Medalha D. Manuel I da Câmara Municipal de Alcochete; Tem participado em numerosos congressos e encontros internacionais sobre a paz, a ecologia, o esperanto e a cooperação internacionalista, em especial, nos seguintes países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Brasil, Canadá, Chéquia, China, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Cuba, Eslovénia, Espanha, Estados Unidos da América, França, Islândia, Israel, Itália, Hungria, Noruega, Palestina, Polónia, Reino Unido, Sri Lanka, Suécia e Suíça; Artigos seus, mormente sobre botânica, alimentação, viagens e administração local, foram publicados no “Jornal da Alcochete”, “Jornal Alcachete”, “Correio de Pombal” “Jornal de Pegões” e “Jornal de Arganil” e nas revistas “Saúde Actual”, “Vida Sã”, “Campismo”, “Joaninha da Agrobio”, “Poder Local” e “Movimento Cultural”, entre outras. É autor dos livros “As Plantas, Nossas Irmãs” e “Plantas para Curar e para Comer”.

Quem sou

Sou uma aprendiz da abordagem holística do ser-humano no geral, e da saúde em particular. Foi pela compreensão da relação de interdependência existente entre os níveis espiritual, emocional, mental e físico, pela forma como estes se influenciam mutuamente – um todo de partes intimamente ligadas – a razão pela qual decidi abraçar a área das terapias complementares.
A cura, o bem-estar e o caminho para a saúde integral passam pela consciência do próprio corpo, e o despertar dessa consciência foi efetivado quando iniciei o curso de Reflexologia e pude finalmente experienciar os benefícios desta terapia natural. Como em mim vejo o outro e no outro me revejo, sedimentei a vontade de iniciar esta atividade, complementando-a com outras técnicas de massagem aos pés que a ela são transversais, uma vez que estimulam também as áreas reflexas do corpo-humano conforme estão representadas nos mapas da Reflexologia Podal Ocidental.
Aliado a estas razões, o sentimento recompensador e gratificante que se sente no final das sessões de reflexologia, pela possibilidade que se tem em proporcionar bem-estar a todos a que a ela recorrem.

Sinopse profissional e formativa
O meu percurso profissional desenvolveu-se em áreas completamente distintas e pouco ou nada relacionadas com as terapias complementares e de desenvolvimento pessoal, o contexto foi quase sempre empresarial, a desempenhar funções administrativas e de contato com o público. A minha última experiência profissional realizou-se na EDP – Energias de Portugal, no departamento de serviços (Certificações Energéticas), emprego que deixei recentemente para dedicar-me à Reflexologia – curso que frequentei nos anos de 2013/2014 no Instituto de Reflexologia Integrada de Lisboa, e ao curso de Instrutores de Chi-Kung iniciado em 2014 na Escola de Medicina Tradicional Chinesa de Lisboa.
Mas foi precisamente este caminho laboral que despertou em mim a vontade de querer contribuir de alguma forma para aliviar as tensões de natureza várias que pude observar e experienciar ao longo de mais de 15 anos de trabalho. Vivemos numa sociedade nacional e internacional em constante sobressalto, sujeitos a inúmeras pressões externas, que nos dão muito pouco tempo para a reflexão, para a tranquilidade e para aquilo que é realmente essencial.
A necessidade de conhecer outras perspetivas e vivências levou-me a frequentar a Licenciatura de Línguas Aplicadas na Universidade Aberta (2011/2013), aprender novas línguas aproxima-nos de outras realidades, tão diferentes quanto semelhantes à nossa. Apercebemo-nos da proximidade mental dos povos e que partilhamos os mesmos anseios e paradigmas.
Ainda em relação à Reflexologia, planeio continuar a aprofundar os meus conhecimentos na área, motivo pela qual decidi também frequentar os cursos de Reflexologia Podal Tailandesa na Escola Rak Saeng – módulos I e II (Madrid), e o Workshop de Reflexologia Ayurvédica – Kansa Vatky na OMtchai - Espaço de Yoga e Ayurveda em Gondomar, ambos em 2015. E futuramente, no âmbito dos pressupostos da MTC, ou seja, com base nos fundamentos da Medicina Tradicional Chinesa: os meridianos (canais energéticos), que começam e terminam nos pés e os pontos de acupunctura ai localizados.